Arquivo da categoria: Tendências

categoria - Tendências

Postado em: 29 de agosto de 2014 às 00:14

3Doodler: inovação na arquitetura

Uma inovação capaz de tirar o projeto do papel. Os croquis ganham uma terceira dimensão com o uso da caneta que promete dar uma mãozinha no desenvolvimento e no entendimento do projeto. De acordo com o site da Kickstarter – plataforma que junta recursos para realizar ideias criativas -, “conforme o 3Doodler desenha, ele extruda plástico aquecido, que rapidamente esfria e solidifica em uma estrutura forte e estável. Isso permite que você construa uma variedade infinita de formas e itens com facilidade. A maioria das pessoas estarão instantaneamente aptas a desenhar objetos no papel e, depois de apenas algumas horas de prática, serão capazes de fazer objetos muito mais complexos.”

 

 

E, aparentemente, o produto é um sucesso ou, pelo menos, desperta a curiosidade: a caneta revolucionária arrecadou sua meta em algumas horas apenas.

Do ramo da arquitetura ou não, todos gostariam de ter uma dessas, não?

 

01 02

Postado em: às 00:14

categoria - Arquitetura

Postado em: 30 de julho de 2014 às 12:37

Piso mais quentinho

04

O ar quente sobe e o ar frio desce. Ok, já lembramos das aulas de física. Partindo disso, podemos usar o conhecimento aplicado ao sistema de calefação por piso radiante, que garante um aquecimento homogêneo do ambiente.

02

O “piso aquecido” é, ainda, ecologicamente correto por não gerar queima de oxigênio. Apesar do alto custo inicial de instalação, o sistema reduz até 38% dos gastos quando comparado ao ar-condicionado.

01
A tecnologia já é bastante utilizada em pisos pétreos e nas áreas frias da casa (banheiros e cozinhas). Se instalado antes do contrapiso, torna-se vantajoso quando projetado junto da residência, pois sua instalação posterior gera muito “quebra-quebra”. Se você está construindo sua casa ou comprou um apartamento na planta, confira com os profissionais envolvidos a possibilidade de instalação do sistema. Afinal, é preciso reservar no mínimo 3cm de altura para ele.

Postado em: às 12:37

categoria - Arquitetura

Postado em: 3 de julho de 2014 às 22:27

Jardim frutífero

g2

Parece inusitado, mas o uso de espécies frutíferas no paisagismo já é uma realidade. Em meio às grandes cidades, poder colher alimentos direto do pé é um privilégio. A febre dos alimentos orgânicos e a revalorização da qualidade de vida relacionada ao contato com a natureza influenciam uma mudança conceitual no paisagismo.
O chamado “paisagismo produtivo”, que remete às lembranças da infância e que reeduca a comunidade sobre a sazonalidade dos alimentos, ganha força frente ao paisagismo ornamental, feito com plantas de espécies exóticas.
E nem é preciso morar num sítio para isso. A aplicação das espécies frutíferas pode ser feita de diversas maneiras, inclusive no quintal de casa ou até mesmo em vasos, se o espaço for reduzido. Em locais térreos, é possível ver crescer jabuticabas, bergamotas, amoras ou kiwis. Importante: para que dê certo, a área abaixo da copa não deve ser pavimentada, mas porosa, respeitando as raízes. Na hora da escolha, atente também à cor do fruto e a proximidade da árvore com pisos claros, optando por plantas de frutos claros ou mais resistentes se for o caso.
Pitanga, romã, acerola, limão podem ser cultivadas em vasos grandes, preferencialmente cerâmicos. As folhagens devem receber banhos de sol diários, muita água e adubação, além de podas quando necessárias.

Postado em: às 22:27