Arquivo da categoria: Bairros

categoria - Bairros

Postado em: 28 de abril de 2014 às 10:00

Morar de aluguel: a escolha do bairro

untitled5

Os bairros de Porto Alegre têm características bem peculiares e diferentes vocações: há opções de regiões mais tranquilas, pertinho de parques, mais boêmios, mais perto das faculdades, dos hospitais ou dos centros de negócios da cidade. A verdade é que a escolha do lugar para morar tem relação direta com a rotina diária. Afinal, evitar o trânsito e os grandes deslocamentos é garantir a qualidade de vida.

 

Uma pesquisa realizada pelo site Pense Imóveis aponta que o público que mais aluga imóveis na capital gaúcha é formado estudantes vindos do interior. No começo de ano letivo, a procura aumenta consideravelmente em virtude da chegada dos “bixos” – adolescentes que passaram no vestibular – em Porto Alegre. Entre os bairros mais procurados, destaque para Centro, Cidade Baixa, Bom Fim, Santana e Independência, todos na região central da Capital e próximos da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Jardim Botânico e Petrópolis, que oferecem inúmeros trajetos de ônibus, também estão entre os alvos dos futuros alunos, além de ficarem mais próximos da Pontifícia Universidade Católica (PUCRS).

 

Os preços são variados. Para quem ainda é novo na cidade, é importante buscar algo um pouco mais perto de onde estuda ou trabalha para, aos poucos, ir desbravando a cidade e aprendendo a se locomover por ela.

Postado em: às 10:00

categoria - Bairros

Postado em: 17 de abril de 2014 às 10:00

O potencial do Humaitá

14346258

Quem passou pelo bairro Humaitá na década de 50, quase não reconhece a região que hoje abriga uma das principais construções de Porto Alegre dos últimos anos: a Arena do Grêmio. Localizado na Zona Norte de Porto Alegre, entre o bairro Navegantes e o município de Canoas, o Humaitá surgiu com poucas casas e um pequeno comércio local. Atualmente, tem megaempreendimentos e inúmeros projetos para o futuro.

 
Com o aumento populacional da cidade, veio à necessidade de encontrar um bairro com potencial para se desenvolver. Longe do centro e ainda com pouca infraestrutura, o Humaitá começou a chamar a atenção de construtoras entre os anos de 1960 e 1970, já que o custo de moradia era mais acessível. A partir de então, a área começou a ser cada vez mais ocupada e edifícios residenciais foram ampliados. Com a construção da Arena do Grêmio, o bairro passou a atrair investidores também por conta das melhorias viárias e de sua localização estratégica: próximo ao Aeroporto Salgado Filho e a 800 metros de uma estação do trensurb.

 
A relações públicas Erica Rigo adquiriu um imóvel no bairro Humaitá ainda na planta com o namorado. O casal, que deve receber o apartamento em 2016, viu no bairro uma região que tende a se valorizar ainda mais. “Estávamos em busca de um apartamento no entorno, pois meu namorado queria morar próximo a Arena. No fim, acabamos encontrando outras vantagens em morar no bairro”, conta Erica. A expectativa é de que em dois anos a área esteja ainda mais desenvolvida. “Espero também ter mais estabelecimentos comerciais, pois atualmente a grande maioria ainda é residencial ou empresarial”, afirma a publicitária.

 

O bairro, que já conta com quadras esportivas, quiosques e churrasqueiras localizadas no Parque Marechal Mascarenhas, deve ficar completo até o ano que vem, quando os moradores poderão usufruir de shopping center, centro de eventos e, ainda, dividir o bairro com turistas que se hospedarem nos futuros hotéis.

 

Foto: Zero Hora

Postado em: às 10:00

categoria - Arquitetura

Postado em: 10 de abril de 2014 às 10:00

Praça do DMAE e suas inspirações europeias

 67219123

Você provavelmente já ouviu alguém dizendo que a capital dos gaúchos tem lugares e detalhes que lembram regiões da Europa, certo? Nesta lista, não pode ficar de fora a Estação de Tratamento de Água Moinhos de Vento, a Praça do DMAE, que teve como inspiração a arquitetura dos jardins do Palácio de Versailles.

 

A construção e os jardins foram inaugurados em 1928 e fazem parte das estruturas do Departamento Municipal de Água e Esgoto (DMAE). A área é aberta ao público e um ótimo convite para “lagartear”, matear, ler um livro, fazer piquenique ou, simplesmente, descansar sem fazer absolutamente nada. Sem dúvida, há algo de elegante e charmoso, bem “coisa de europeu”. É um dos melhores espaços que aproveitar uma tarde de fim de semana ensolarado nesse outono aconchegante da Capital. #ficaadica

Postado em: às 10:00